Porque os clássicos nunca morrem

11 de abril de 2010

A felicidade não se compra

Com 0 Comentario

Sou fã de filmes antigos (desses em preto e branco), e um dos meus favoritos e A felicidade não se compra (It´s a wonderful life, em inglês), com James Stewart em uma ótima atuação.


Ele conta a história de George Bailey, um homem que vivia em uma pequena cidade e tinha um sonho: fazer faculdade e ser um explorador, conhecer o mundo. Mas com a morte do pai, teve que assumir a empresa dele; por isso teve que adiar o seu sonho. Passou-se o tempo, casou-se com sua amiga de infância e teve filhos. Nunca enriqueceu e teve uma vida de luxo.




Na noite de Natal, seu tio, um homem que vivia só bebendo, perdeu uma grande quantia em dinheiro, fazendo com que George fosse responsabilizado, levando à cadeia. George fica desesperado e tenta cometer suicídio.


Então, veio o inesperado: um homem que se diz anjo da guarda (não acreditem nisto, anjos da guarda não existe, somente em filme, viu!) veio até George para salvá-lo de cometer um erro. George desejou "ter nunca existido, pois as pessoas não sentiriam a sua falta. O anjo concedeu o seu desejo e, quando voltou à cidade, percebeu que todos os seus amigos e conhecidos não o reconheciam mais, nem a sua mãe e esposa.




Foi aí que George percebeu o quanto as pequenas coisas eram importantes para ele. Quando as coisas voltaram ao normal, ele voltou alegre para a sua família, mesmo que fosse para a cadeia.


Quando chegou em casa, todo transformado, o milagre aconteceu: todos os seus amigos e pessoas que um dia ele ajudou, sabendo do que estava acontecendo com George, contribuiram financeiramente para saldar a sua dívida. George não foi para a cadeia e, por isso, pode comemorar o Natal juntamente com a sua família.


Assistam ao trailer deste filme:


+1

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial