Porque os clássicos nunca morrem

3 de maio de 2010

Curiosidades do Oscar (3)

Com 0 Comentario


Hattie McDaniel foi a primeira afro-descendente a ganhar um Oscar. Foi a Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme E o Vento Levou, em 1939. Depois dela, só outras três atrizes negras foram premiadas: Whoopi Goldberg por Ghost – Do Outro Lado da Vida, cinquenta e um anos depois da vitória de Hattie; Halle Berry por A Última Ceia (única negra a vencer como protagonista); e Jennifer Hudson por Dreamgirls – Em Busca de um Sonho (única negra a vencer por um filme de estreia).
 
Sidney Poitier foi o primeiro negro a vencer um Oscar competitivo (antes disso, James Baskette tinha ganhado um honorário pelo seu personagem Tio Remus no filme A Canção do Sul). Poitier foi o Melhor Ator de 1963 pelo filme Uma Voz nas Sombras. Mas como Poitier nasceu nas Bahamas, muitos consideram ser Denzel Washington o primeiro afro-americano a vencer na categoria (por Dia de Treinamento, em 2001).

Denzel Washington também é o único ator negro a vencer dois Oscars, como Ator e Ator Coadjuvante. Já Whoopi Goldberg é a única atriz a concorrer em ambas as categorias.

O travesti Jaye Davison foi indicado ao Oscar em 1992, como Ator Coadjuvante, pelo filme Traídos pelo Desejo. Isso contrariou o estúdio, que queria manter em sigilo o sexo do ator, devido à relevância na trama.

Miyoshi Umeki foi a primeira asiática a ganhar um Oscar. Ganhou como Coadjuvante pelo filme Sayonara, em 1957.

Graham Greene (Dança com Lobos, 1990) e Chief Dan George (O Pequeno Grande Homem, 1970) são os únicos nativos norte-americanos a concorrer ao Oscar (ambos como Coadjuvantes).

A categoria de Ator/Atriz Coadjuvantes só foi criada em 1936. Ainda assim, só em 1943 estes ganhadores começaram a levar estatuetas. Antes disso, recebiam uma placa com seus nomes gravados.

Lina Wertmüller, Jane Campion, Sofia Coppola e Kathryn Bigelow são, até hoje, as únicas mulheres indicadas ao Oscar de Melhor Direção (respectivamente pelos filmes Pasqualino Sete Belezas, 1976; O Piano, 1993; Encontros e Desencontros, 2003 e Guerra ao Terror, 2010). Sofia é a única americana do grupo. Kathryn venceu em 2010.

Esses estão com tudo: foram indicados ao Oscar como protagonistas e coadjuvantes no mesmo ano! Em 1938, Fay Bainter ganhou como Coadjuvante por Jezebel e concorreu como Atriz principal por Novos Horizontes; em 1942, Teresa Wright ganhou como Coadjuvante por Rosa de Esperança e concorreu como Principal por Ídolo, Amante e Herói; em 1982, Jessica Lange ganhou como Coadjuvante por Tootsie e foi indicada como Principal por Frances; em 1993, Holly Hunter ganhou como Melhor Atriz por O Piano e foi indicada como Coadjuvante por A Firma; em 1988, Sigourney Weaver concorreu como principal pelo filme Nas Montanhas dos Gorilas e como Coadjuvante por Uma secretária de futuro; em 1993, Emma Thompson foi indicada por Vestígios do Dia como Atriz e como Coadjuvante por Em Nome do Pai; em 2002 Julianne Moore concorreu como Atriz por Longe do Paraíso e como Coadjuvante por As Horas; em 2008, Cate Blanchett concorreu por Elizabeth – A Era de Ouro como Atriz Principal e por Não Estou Lá como Coadjuvante. Entre os homens, os casos são mais escassos: Jamie Foxx ganhou o Oscar como Principal em Ray e concorreu como Coadjuvante por Colateral em 2005; e Al Pacino ganhou o Principal por Perfume de Mulher e perdeu o de Coadjuvante por Sucesso a Qualquer Preço, em 1992.

Barry Fitzgerald conseguiu um feito inusitado: foi indicado tanto como Ator quanto como Ator Coadjuvante pelo mesmo filme (O Bom Pastor, 1944). Até mesmo a Academia foi pega de surpresa e mudou as regras para impedir que isso se repetisse. Fitzgerald ganhou como coadjuvante.

Stevie Wonder teve a honra de ser o primeiro deficiente visual a ganhar um Oscar (Melhor Canção em 1984 – I Just Called to Say I Love You, do filme A Dama de Vermelho).

A baixinha Linda Hunt ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 1983 por interpretar um homem no filme O Ano em que vivemos em perigo. É o único exemplo de prêmio conquistado por viver alguém do sexo oposto.

Só houve dois empates em toda a história do Oscar. O primeiro foi em 1932 quando Fredric March (O Médico e o Monstro) e Wallace Berry (O Campeão) empataram como Melhor Ator. O segundo aconteceu em 1968 quando Katharine Hepburn (Leão no Inverno) e Barbra Streisand (Funny Girl – A Garota Genial) foram as Melhores Atrizes.

Roberto Benigni (A Vida é Bela, 1998), Sophia Loren (Duas Mulheres, 1964) e Marion Cotillard (Piaf – Um Hino ao Amor, 2007) são os únicos atores a levar o Oscar por um filme estrangeiro. Robert De Niro (O Poderoso Chefão II, 1974) e Benicio Del Toro (Traffic, 2000) ganharam por filmes americanos, mas em papéis que falavam em língua estrangeira o tempo todo (De Niro em italiano, Del Toro em espanhol).

Rivalidade entre irmãs: Olívia de Havilland e Joan Fontaine concorreram pelo mesmo Oscar de Melhor Atriz em 1941. Joan ganhou pelo filme Suspeita. Já Lynn e Vanessa Redgrave disputaram na mesma categoria em 1967, e perderam para Elizabeth Taylor.

Em 1975, Maggie Smith ganhou o Oscar de Coadjuvante pelo filme Califórnia Suíte justamente interpretando uma atriz que (ironia!) perde o Oscar!

Os únicos atores a receberem prêmios póstumos foram Peter Finch (Melhor Ator por Rede de Intrigas, 1976) e Heath Ledger (Melhor Ator Coadjuvante por Batman – O Cavaleiro das Trevas, 2008). Também concorrem postumamente: Jeanne Eagels por A Carta em 1928; James Dean por Vidas Amargas em 1955 e por Assim Caminha a Humanidade em 1956; Spencer Tracy por Adivinhe Quem Vem para Jantar? em 1967; Ralph Richardson por Greystoke – A Lenda de Tarzan e Massimo Troissi por O Carteiro e o Poeta em 1995.

José Ferrer e Gerard Depardieu foram indicados pela interpretação do mesmo personagem (em anos diferentes). Ferrer ganhou como Melhor Ator por seu Cyrano de Bergerac e Depardieu foi indicado pela refilmagem.

Marlon Brando e Robert De Niro são os únicos a vencer o Oscar por interpretar o mesmo personagem. Brando foi o Melhor Ator como Vito Corleone em O Poderoso Chefão e De Niro foi o Melhor Ator Coadjuvante pela segunda parte, interpretando Vito na juventude.

Luise Rainer (Melhor Atriz), Spencer Tracy (Melhor Ator), Katharine Hepburn (Melhor Atriz), Jason Robards (Melhor Ator Coadjuvante) e Tom Hanks (Melhor Ator) são até hoje os únicos ganhadores em anos consecutivos.

+1

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial