Porque os clássicos nunca morrem

17 de junho de 2010

Participações especiais nos desenhos de Os Flintstones

Com 3 Comentarios
Na década de 1960, surgia uma série de desenhos animados de uma família de classe média-baixa nos tempos dos dinossauros, cujo cabeça é mais um cabeçudo do que um pai de família, mas que ama sua esposa e sua filhinha ruivinha a la Rita Haywoorth. Seu vizinho também é seu melhor amigo, que é também coadjuvante de suas aventuras. Estou falando de Os Flintstones, desenho clássico criado por Hanna-Barbera, o mesmo de inúmeros outros clássicos como Os impossíveis, Os Jetsons dentre outros que costumávamos assistir quando éramos pequenos. Bons tempos aqueles.

Nesta série, Hanna-Barbera fez uma brincadeira, inserindo personagens inspirados em nosso atores e artistas clássicos da época, as quais apareciam para que o público dessem ainda mais gargalhadas. Tinham seus nomes verdadeiros modificados à maneira Flintstone e também se vestiam com a última moda da Idade da Pedra. Vejam quais "artistas" fizeram uma participação especial e tente fazer a comparação com os "originais":

Tony Curtis ("Stoney Curtis")

Ann-Margret ("Ann Margrock")

James Darren ("Jimmy Darrock")

The beau brummels ("The beau blumelstones")

Ed Sullivan ("Ed Sullystone")

Cary Grant ("Gary Granite")

Brian Epstein ("Eppy Brianstone")

Hoagy Carmichael

Alfred Hitchcoock ("Alvin Brickrock")

+1

3 comentários:

M. disse...

Oi Márcia, não é todo mundo que tem a maior atenção nesses pequenos detalhes. Adorei o post!

Marcia Moreira disse...

Gosto muito destas pequenas curiosidades. Quando descubro, já posto imediatamente.

Anônimo disse...

Marcia, a coisa mais difícil do mundo é encontrar os personagens coadjuvantes dos Flinstones e poder reviver os bons tempos de infância. Você nos fez relembrar prazeirosamente alguns deles,que alegria...Mas estou procurando um outro deles que vez ou outra aparecia nas histórias, era uma caricatura engraçada de um baixinho meio homem meio monstrinho de cabelos de franjinha que vivia com sua familia numa outra caverna e se não me engano não falava apenas emitia uma linguagem cavernosa( ficou marcado pra mim pq sempre que ele surgia eu morria de medo...)Hoje sinto saudades.Caso recorde desse personagem poste pra gente relembrar ok? Um abraço e parabéns pelo Blog, está lindo!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial