Porque os clássicos nunca morrem

4 de maio de 2011

Saudades: Glenn Ford, 95 anos

Com 1 Comentario

Se estivesse vivo, o ator com sorriso maroto Glenn Ford estaria completando 95 anos no último dia primeiro.

A primeira vez que o vi não foi em Gilda, tremendo de um clássico, mas em um filme ao qual assisti quando era criança e nem tinha noção dos filmes clássicos que hoje eu tenho. Foi como Jonathan Kent em Superman (1978), que também não deixa de ser um clássico.


Lembro que foi meu irmão que falou sobre ele, dizendo: Olha só, o Glenn Ford! Na época, nem imaginava quem era esse ator. Só depois descobri seu talento em Gilda e na refilmagem de Cimarron.

Saudades.

+1

1 comentários:

danistill disse...

Márcia.Valeu por ter postado o Glenn Ford. Eu tbm o vi pela primeira vez no filme " Superman" e na época nem reparei nele no filme, mas no inesquecível e belo Christopher Reeve. Só percebi o Glenn no filme " Gilda" e em outros filmes que ele faria, porém confesso que " Gilda" abriu as portas para revelar Gleen como ator e modificaria a carreira deste ator que nasceu no Cánada e mais tarde se tornaria cidadão americano.Ele e a bela Rita Hayworth consegiram a fórmula da química que em parte transformaram "Gilda" em um clássico. Ambos eram
atrevidos, sexys e insinuantes para a época. Tanto que a Columbia apostou pesado na dupla em publicidade e ambos fizeram ao todo 7 filmes juntos. Por seu talento e por ter participado da era de ouro do cinema é que Gleen sempre será lembrado. Um forte abraço Márcia e muito sucesso para o blog.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial