31 de março de 2011

Momentos

Jean Harlow como Harlean Carpentier.


6 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Não consigo ver Jean Harlow como mulher fatal. Acho-a tão doce, tão frágil. Dizem que era inocente e dominada pela mãe... Pena que morreu tão jovem. Márcia, uma curiosidade, como conseguiu colocar esse glitter-graphics? Gosto dessas coisas. Tenho uns dois selecionados, mas quando tento colocá-lo ele fica totalmente imóvel.
Beijos

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

Marcia Moreira disse...

Olá, Antonio.
Também não vejo Jean Harlow como sexy simbol, mas, como disse na última postagem, me chocou de verdade a sua morte precoce.
Quanto aos glitters, é só clitar nele que você entrará no site onde os encontrei e fazer a festa!
Abraços.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Márcia,
leitor fiel e admirador do seu blog, que visivelmente faz um inteligente e bonito trabalho centrado no universo cinematográfico, escolhi-o para um PRÊMIO-SELO.
Juntamente com o prêmio seguem algumas regras: copiar e publicar o Prêmio-Selo no seu blog, destacar/premiar cinco blogs que admire – e que ainda não tenham recebido tal honraria - e avisá-los da premiação.
Sucesso!
O selo está no final da minha mais recente postagem: “A Difícil Vida Fácil no Cinema”.
Abraço bom,

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

M. disse...

Brigaduuuu Márcia pelo lindo selo divulgarei sim por esses dias no Sala Latina! Você é um doce! Beijos e ótima semana!

Aninha disse...

Belíssimo blog!
Estou há quase uma hora aqui.
Parabéns!

Marcia Moreira disse...

Aninha, obrigada pelo elogio. Volte sempre que puder.
Beijos.