Porque os clássicos nunca morrem

31 de outubro de 2010

Roman Holiday

Com 2 Comentarios

Confesso que o Roman Holiday é um dos filmes à qual não me canso de assistir. Gregory Peck e Audrey Hepburn simplesmente estão o máximo, principalmente ela, que representou perfeitamente uma princesa que precisava de uma aventurazinha para sair de sua rotina real.

Hoje à tarde estava passando este filme na televisão e, com certeza, assisti-o mais uma vez juntamente com a minha mãe que também gosta muito deste filme.

Abaixo, está uma cena em que não estava no roteiro original. Tudo foi ideia e improviso do Gregory, e Audrey também entrou nessa também. Tudo o que vocês vão ver não é encenação, é tudo reação natural dos atores. Vale a pena conferir.

+1

2 comentários:

alan raspante. disse...

este flme é mesmo magnífico!
Audrey Hepburn é incrível ... hehehhe

Sonia disse...

Este filme vi na televisão de madrugada quando era adolescente e gostei muito de tudo o que vi. Quando lançaram em Dvd eu adorei rever a Audrey porque ela age tão naturalmente no filme que parece que ela está se divertindo mesmo na Itália. Ela está radiante com todo o frescor da juventude e mesmo assim eu não me canso de ver A princesa e o plebeu. O Gregory Perck está ótimo como um jornalista que para publicar uma entrevista com a Princesa em primeira mão finge que não a reconhece e no final das contas os dois por passarem tanto tempo juntos acabam se apaixando. Simples..o único momento do filme que eu não gostei muito foi do final. O restante do filme é pura obra de William Wyler que sabia extrair dos atores o seu melhor. Um filme encantador para todas as idades.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial