Porque os clássicos nunca morrem

23 de maio de 2013

Últimas aparições: Lillian Gish

Com 2 Comentarios
 
Lillian Gish, grande atriz do cinema mudo (e por que não, do falado), trabalhou até os seus longevos noventa anos. Poderia ter se aposentado como muitos outros artistas (justo), mas preferiu continuar atuando, pois, acredito, era sua grande paixão.
 
 
Lillian Diana de Guiche começou a trabalhar como atriz antes dos vinte anos, atuando em muitos filmes mudos das décadas de 1910 e 1920. Dentre eles, destaco O nascimento de uma nação (1915) e Intolerance (1916), Broken blossoms (1919), Orphans of the storm (1921), Ben-Hur: a tale of Christ (1925) e The scarlet letter (1926).
 
Lillian Gish em The scarlet letter.
 
Com o advindo do cinema falado, muitos artistas da era de ouro dos filmes mudos não conseguiram grandes destaques no falado; mas Lillian não deixou de trabalhar, atuando em alguns filmes das décadas seguintes não como atriz principal, mas em papeis coadjuvantes (sempre ótima!) e em alguns trabalhos televisivos. Isso não fez dela uma atriz decadente, mas, em cada trabalho, ela mostrava sua paixão pela arte de atuar, sem demonstrar arrogância alguma de estrelismo. Dentre seus trabalhos no cinema, destaco Duel in the sun (1946), Night of hunter (1955) e O passado não perdoa (1960).
 
Lillian Gish com Audrey Hepburn em O passado não perdoa.
 
Mesmo nunca ter recebido uma indicação ao Oscar, recebeu um Oscar Honorário em 1971 pela sua contribuição cinematográfica, e também alguns outros prêmios.
 
Lillian Gish segurando seu Oscar.

 
Ela encerrou sua carreira em grande estilo no filme The Whales of August (1987), uma grande celebração nostálgica com atuação de atores clássicos como Bette Davis e Vincent Price. Minha opinião: as duas atrizes mereciam duas estatuetas do Oscar pelas suas atuações, pois elas estão lindíssimas.
 
Lillian Gish (esq.) e Bette Davis em The Whales of August.
 
Abaixo, o trailer desse filme encantador que todos os cinéfilos deveriam assistir para prestigiar essas belas atuações e, logo abaixo, mais um pouco de Lillian Gish. Mesmo na "flor da idade", como essas atrizes sabiam atuar e colocavam muitas no chinelo!
 
 
 
 
 






 
 
 

+1

2 comentários:

Rubi disse...

Adoro Lillian Gish, acho que ela foi uma das maiores atrizes da história do cinema. Sua versatilidade e carisma dispensam comentários.

Império Retrô disse...

Uma das atrizes que mais amo em toda a história!

Meus parabéns pelo blog! Conteúdo muito interessante. Já estou seguindo.

Beijos,
Rafaella.

http://imperioretro.blogspot.com

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial