Porque os clássicos nunca morrem

15 de março de 2012

O Poderoso Chefão - 40 anos: Curiosidades (3)

Com 0 Comentario

- A família de Francis Ford Coppola estava em peso na produção: Carmine, o pai de Francis, compôs a trilha sonora junto com Nino Rota e apareceu tocando piano na festa de casamento de Connie; Italia, a mãe de Francis, foi uma das figurantes do filme; Talia Shire, irmã de Francis, fez o papel de Connie; Sofia, a filha de Francis, fez o bebê de Connie (parte I) e a filha de Michael (parte III); e os filhos de Francis foram os filhos de Tom Hagen.

- O beijo que Vito Corleone dá a Johnny Fontane não estava no roteiro e foi improvisado por Marlon Brando. Segundo James Caan, a reação confusa do ator Al Martino foi real e ele não sabia se ria ou se chorava.

- Al Pacino boicotou a cerimônia do Oscar em que o primeiro filme venceu na categoria de Melhor Filme, pois ficou com raiva de ter sido indicado na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, já que seu personagem tinha mais tempo de tela que o de Marlon Brando.

- Só há uma cena no filme em que Diane Keaton e Marlon Brando são vistos juntos: durante a festa de casamento de Connie, quando vão tirar a foto da família.

- Coppola insistiu que o filme deveria se chamar “Mario Puzo’s The Godfather”, porque o filme era tão fiel ao livro que ele achou que o autor merecia receber os créditos por isso.


- A cena em que são mostrados jornais falando sobre a guerra entra as famílias foi montada por George Lucas como um favor ao amigo Coppola, que o ajudou a financiar seu filme “Loucuras de Verão”. Na sequência, Lucas usou fotos verdadeiras de gângsteres mortos, e uma delas mostra o braço direito de Al Capone, Frank Nitti, que cometeu suicídio com um tiro na cabeça. Lucas pediu para que seu nome não entrasse nos créditos do filme.

- Coppola enfrentou tantas dificuldades e críticas durante as filmagens que achou que o filme seria um fracasso e, na época de seu lançamento, viajou com a família à Paris para não presenciar a decepção que seria nos cinemas. Foi convencido por amigos a voltar para os EUA, pois o filme havia sido um sucesso.

- “O Poderoso Chefão” pode ser considerado o primeiro blockbuster. Antes dele, os filmes eram lançados apenas em um cinema, e nenhuma outra sala, num raio de 80 km, poderia exibir o mesmo filme. A partir dele, várias salas próximas começaram a lançar filmes simultaneamente.

- Em uma reunião com a Paramount, Coppola pediu uma Mercedes 600 como prêmio, caso o filme atingisse a marca de US$ 15 milhões. Os executivos prometeram o carro se o filme alcançasse US$ 50 milhões nas bilheterias. Quando o filme faturou US$ 100 milhões, Coppola e George Lucas foram a uma concessionária da Mercedes, compraram o carro e enviaram a conta para a Paramount.

- Depois do sucesso deO Poderoso Chefão”, a Paramount queria produzir sua continuação e queria que Coppola escrevesse e dirigisse o filme. O cineasta não queria botar o sucesso do primeiro filme em risco e se recusava a participar. No entanto, aceitava que uma continuação fosse feita desde que ele escolhesse o diretor. Coppola queria Martin Scorsese, mas a Paramount insistia que ele era o grande astro do filme e não Brando ou Pacino. Coppola, então, disse que se ele era o astro, teria de receber como um. A Paramount lhe pagou US$ 1 milhão de dólares e Coppola aceitou o projeto.

+1

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial