Porque os clássicos nunca morrem

11 de julho de 2012

Momentos

Com 2 Comentarios

D. W. Griffith, diretor e produtor americano, durante as filmagens de um de seus filmes, considerado o "pai da gramática cinematográfica". Charles Chaplin o chamou de "o professor de todos nós".

+1

2 comentários:

Hugo disse...

Ainda não tive oportunidade de assistir algum filme de Griffith.

Tenho curiosidade principalmente em "O Nascimento de uma Nação".

Até mais

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Realmente ele é o pai do cinema. Gosto muito de O LÍRIO PARTIDO e ÓRFÃS DA TEMPESTADE.


O Falcão Maltês

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial