Porque os clássicos nunca morrem

25 de janeiro de 2012

The artist (2011)

Com 1 Comentario

Nem acredito que temos um filme em preto e branco e mudo no século XXI para poder me deliciar! Estou falando do The artist, um filme francês, indicado a dez Oscars, incluindo Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Original.

É uma história típica dos anos da década de 1920 e 1930 durante o declínio do cinema mudo e a ascensão do cinema falado, focando em um ator em declínio e uma atriz que estava crescendo.

Como estou acostumada a assistir a filmes falados, seria uma experiência interessante eu, na sala de cinema moderna, com a minha pipoquinha (pequena, pois estou de dieta) vendo um filme completamente mudo e em preto e branco (minha experiência em filmes em preto e branco foi com A lista de Schindler).

Abaixo, o trailer do filme, também mudo por sinal. Enjoy it!

+1

1 comentários:

Suzane Weck disse...

Gostei muito do blog,que bom que encontrei.Grande abraço.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial