Porque os clássicos nunca morrem

19 de dezembro de 2010

Meus filmes favoritos para o Natal

Com 2 Comentarios
Sempre quando chega a época do Natal, tenho dois filmes em mente dos quais gosto muito e sempre dá vontade de assisti-los um milhão de vezes.

O primeiro é A felicidade não se compra, com James Stewart. Quem não gosta da temática deste filme, em que um homem que passou a vida inteira ajudando as pessoas, sempre colocando os seus sonhos em segundo lugar? No final, ele percebeu que aqueles o quanto ajudou também o acolheram em um momento muito difícil. Abaixo está a cena final do filme (aliás, a minha favorita), em que George Badley reconhece que não se pode viver sem as pessoas de quem ama e que, por pior que a situação possa estar, sempre as tem por perto:


O segundo filme é Ben-Hur, que sempre me acompanhou desde a minha infância. As cenas das quais gosto muito é quando Judah Ben-Hur se encontra com Jesus Cristo. O Salvador lhe dá água, mostrando realmente quem realmente ele é e a sua missão aqui na Terra. O legal desta cena é que Jesus fica de costas, ficando a curiosidade de como ele seria realmente. Percebem nesta cena a postura que as pessoas tinham quando ficavam frente a frente com o Mestre. Vejam:


+1

2 comentários:

Júnia disse...

Também estou fazendo minha listinha de filmes para o fina de ano, selecionei:
Férias de Natal - 1944
Fekicidade Não Se Comprab - 1946
Natal Branco - 1954
Um conto de Natal - 1951
Milagre da Rua 34 - 1947

Depois Vou pastar mais alguns
bjo
Feliz Natal para você!

Marcia Moreira disse...

Júnia, obrigada por tantas vezes ter comentado neste espaço. Tenha também um excelente Natal com a sua seleção de filmes.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial